Notícias Areado

Inscrições para Enem 2020 estão abertas; veja dicas para elaborar o cronograma de estudos

Apesar de uma série de pedidos de adiamento, as provas presenciais devem ocorrer em 1º e 8 de novembro.

Publicado em 12/05/2020
Por Larissa Ricci / EM

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foram abertas nessa segunda-feira em meio a uma série de pedidos de adiamento. Isso porque a manutenção das datas do exame prejudica estudantes com acesso limitado à internet. Devido à pandemia do novo coronavírus, escolas estão paralisadas. 

Apesar das críticas, as provas presenciais devem ocorrer em 1º e 8 de novembro. E em 22 e 29 de novembro a versão digital.

 Porém, nem todo mundo sabe se planejar para estudar. Portanto, Priscila Pereira Boy, pedagoga, diretora da Priscila Boy Consultoria, dá dicas para fazer um cronograma de estudos para o Enem 2020. Seguem abaixo:

1) fazer muitos exercícios

A primeira dica dada pela pedagoga Priscila Pereira Boy é a seguinte: fazer muitos exercícios. “O aluno tem que realmente entender a lógica da prova. A lógica da prova do Enem é um item que tem uma situação problema para ser resolvida. Ela não é um conhecimento isolado, ela tem um contexto, então é importante que o aluno se a aproprie do formato dos itens, para isto ele pode buscar na internet as provas anteriores”, disse. Segundo ela, é fácil encontrar sites com as provas anteriores. “Pegue as provas, faça e veja o que você acertou. Leia sobre os comentários da questão”, complementou.

Continua depois da publicidade

2) não achar que sabe tudo

De acordo com a especialista, é importante que o estudante não se apegue no pensamento de que já “sabe de tudo”. “Ao acertar um item, O aluno não pode ficar achando que já sabe tudo e pensando que tudo está consolidado. Não pode pensar dessa forma porque acertou uma questão”, disse. É importante identificar o que que você realmente não sabe.

3) identificar as dificuldades

 Portanto, a dica da pedagoga é identificar os erros e as dificuldades. A pedagoga orienta que o estudante faça quadros para sintetizar as dúvidas. “O que é de humanas que você está sempre errando? O que é de linguagem que você está sempre errando? O que é de matemática que você está sempre errado? Então, faça um quadro de coisas que você não sabe para que você possa investir”, acrescentou.

4) treinar a escrita

 A escrita da redação tem um peso muito grande na pontuação do estudante. “Ter uma boa escrita na redação vai te dar uma possibilidade, às vezes, de desbancar muitas pessoas que não têm. E Se você conseguir ter uma nota de redação alta, você vai se destacar”, afirma a pedagoga. É importante ficar atento aos temas mais repercutidos nos últimos tempos. “O que tá sendo mais falado? Aí você diz: coronavírus. Mas será que era isso lá atrás, em março, quando a prova foi elaborada?”, questiona.

5) usar simulados gratuitos da internet

"Há muitos simulados gratuitos a disposição na internet. Estes simulados possibilitarão ao aluno uma visão do seu desempenho na prova." O aluno vai se destacar se conseguir pontuação alta na redação e, para isso, existem muitas empresas que estão oferecendo gratuitamente plataformas que auxiliam nos estudos.

 6) descansar e cuidar do seu emocional

 "Momentos de pausa, de descanso e principalmente equilíbrio emocional, acreditar em si, manter a calma", são coisas importantes segundo ela.