Notícias Areado

Minas Gerais registrou 37 casos de sarampo só nos últimos cinco meses

Trinta e sete dos casos foram confirmados de junho para cá, e na maior parte deles os pacientes infectados tiveram contato com moradores de São Paulo

Publicado em 09/10/2019
Por Jornal O Tempo

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) confirmou, nesta quarta-feira (9), que o número de casos de sarampo já chegou a 41 em Minas Gerais. Só na capital, Belo Horizonte, os casos confirmados são 11. Ainda assim, o número total pode ultrapassar 690, se os que estão sob suspeição forem confirmados nas próximas semanas. 

Até o fim do primeiro semestre deste ano, apenas quatro casos haviam sido confirmados no Estado, todos eles importados – esses pacientes foram infectados pelo vírus durante viagens fora de Minas Gerais. 

No entanto, contrariando este padrão, de junho para cá o número de pessoas doentes com sarampo aumentou consideravelmente. Segundo o órgão de saúde, a maior parte dos casos está relacionada à importação de vírus.

São doentes que estiveram em São Paulo, estado que concentra 97% dos casos totais de sarampo no Brasil, ou entraram em contato direto com moradores de municípios paulistas. Apenas em alguns casos registrados em Betim, Ribeirão das Neves não foram identificadas as origens do vírus.  

Investigação

Ao longo dos últimos cinco meses, a Secretaria foi notificada a respeito de 1.420 casos suspeitos espalhados por 125 municípios de Minas Gerais. Destes, 733 foram descartados (mais de 50%) e outros 650 permanecem sob investigação. 

Proteção

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começou na última segunda-feira (7) em todos os postos de saúde do país, com foco em dois grupos de pessoas. O primeiro é composto por crianças de seis meses até menores de cinco anos, cuja vacinação se estende até 25 de outubro, com dia D em 19 de outubro. 

O segundo grupo é para os jovens com idades entre 20 e 29 anos e que não estão com a caderneta de imunização em dia. Para eles, a vacinação está prevista para ser iniciada em 18 de novembro. 

O levantamento de agosto, publicado pelo Ministério da Saúde, confirmou a existência de 5.404 casos de sarampo. Seis pessoas morreram, sendo quatro delas pacientes menores de um ano.