Notícias Areado

PM CONTÉM INCÊNDIO E EVITA TRAGÉDIA EM AREADO

O Sargento Wagner e seu colega Cabo Leandro foram até o local e evitaram o pior.

Publicado em 07/08/2019
Por Diego Batista/Areado Notícias

Na madrugada desta quarta-feita (07), por volta das 5h, a Polícia Militar de Areado foi acionada para comparecer em uma padaria, onde o proprietário e três funcionários preparavam os pães que seriam comercializados logo mais. O motivo do contato foi porque um botijão de gás estava com vazamento e o gás em combustão. 

Segundo o relato de Enildo, um dos funcionários do estabelecimento, quando ele foi acender a trempe de um fogão a gás, o fogo saltou para a extremidade da mangueira que estava conectada a um botijão, expelindo a mangueira e permanecendo uma enorme chama na válvula conectada ao botijão, comprometendo a segurança dos que ali estavam e causando risco de uma tragédia, pois na mesma sala haviam outros botijões de gás e diversos itens inflamáveis.

O risco de explosões e de um incêndio de grandes proporções era real. O que não é a realidade de Areado/MG é a presença do Corpo de Bombeiros Militar, da Defesa Civil ou de outro órgão que pudesse ser acionado para a contenção do fogo e, por isso, restou àquelas pessoas acionarem a Polícia Militar.

Ederson, outro funcionário da Panificadora Ipanema, foi quem ligou no telefone 190, ocasião em que a PM chegou muito rapidamente ao local. Ederson confessa ter pensado que a iminente tragédia fosse inevitável, pois não imaginava que a PM teria preparo para conter incêndios, já que é serviço do Corpo de Bombeiros.

Para a surpresa e alegria de Ederson e das demais pessoas, a dupla de policiais, Sargento Wagner e Cabo Leandro, foram até o local e resolveram o problema. Com agilidade, perspicácia e coragem eles evacuaram as pessoas do local e contiveram o fogo de forma inteligente, eficiente e eficaz usando o método de abafamento do fogo.

A ação da PM evitou uma tragédia de grandes proporções, pois a tendência era a enorme possibilidade de o incêndio se espalhar pelo forro PVC e estrutura de madeira do teto da panificadora, com risco de explosões de botijões de gás que estavam no local, e alcançar o depósito de lenhas da panificadora, a oficina e auto peças Santa Marta e a loja de roupas Elite Modas, além de residências de famílias que fazem divisa com a Panificadora Ipanema.

José Maria, conhecido na cidade como Zezé Padeiro, Proprietário da Panificadora Ipanema, disse não ter palavras para descrever o quanto está agradecido pela ação da PM, a qual salvou não apenas a vida e o patrimônio dele (que já é muito), mas também a vida da sua esposa que tranquilamente dormia em seu quarto localizado sobre a panificadora e que certamente estaria no raio de alcance da iminente tragédia evitada pela dupla de policiais.
 
Destaca-se a atuação do Sargento Wagner, o qual foi quem se doou e arriscou sua própria vida para entrar na sala em que estava o botijão em chamas e conter efetivamente o fogo.

O fato se deu dias antes do Dia dos Pais. Zezé Padeiro é pai e pôde comemorar seu dia. José Perpétuo, funcionário do estabelecimento que estava no dia do fato, também possui filhos que puderam comemorar de maneira especial a data. Várias outras pessoas que nem souberam o risco que correram devem a comemoração e a frase “Feliz Dia dos Pais” à coragem, à determinação e ao compromisso dos policiais militares, os quais também são pais. O Cabo Leandro é pai do pequeno Pietro, de três aninhos de idade. O Sargento Wagner é pai de Lucas, que completou seis aninhos de vida quatro dias antes da ação heroica do pai policial. Os gêmeos Rafael e Felipe, de pouco mais de quatro meses de vida, também são filhos do Sargento Wagner, o qual perdeu seu próprio pai, que era conhecido como Dito do Sindicato, que já foi vereador de nosso município e faleceu no início desse ano.