Notícias Areado

Opiniões


Como alcançar nossas metas para 2018

Publicado em 02/01/2018 por Ademir Almeida


Se você não planejou seu ano de 2018, ainda dá tempo. Saiba que há muitos benefícios quando planejamos e cumprimos objetivos. Por diversos motivos, é comum algumas pessoas começarem o ano sem metas definidas e claras para os próximos doze meses. Outros, já começam o mês de janeiro com objetivos claros e precisos. Eles sabem quando e como querem alcançar suas metas.  A razão de muitas pessoas que tem objeção quanto ao estabelecimento de metas é que, muitas vezes, suas experiências anteriores em planejar ou tentar algo foram, ao longo da execução destes projetos, frustradas. É certo que muitos se animam quando há o cumprimento de objetivos e outros se desanimam completamente. Seja lá quais foram suas experiências quanto a um novo planejamento de vida, comece, a partir de agora, com o planejamento de objetivos simples, práticos e dentro da sua realidade. Com o tempo você se sentirá apto e encorajado para alçar vôos mais altos.

E então, quais são suas metas para 2018? Entrar em uma faculdade? Lidar melhor com as finanças? Fazer uma viagem em família? Passar em um concurso? Fazer regime? Mudar hábitos prejudiciais? Diante de tantas e variadas possibilidades, é importante dizer que para todo cumprimento de metas é preciso haver antes um planejamento, para assim ocorrer a execução desse projeto. Apresento estes princípios importantes, pautados nos dizeres de Jesus em Lucas 14.28-30: “Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir? Para não suceder que, tendo lançado os alicerces e não a podendo acabar, todos os que a virem zombem dele, dizendo: Este homem começou a construir e não pôde acabar.”

1. Planejamento

Neste texto, Jesus deixou bem claro o princípio do planejamento, da avaliação e do custo quanto a algo que pretendemos fazer. Todos nós temos alguma “torre” para construir, mas precisamos planejar tanto seu início como sua conclusão. O problema é quando começamos a execução de algum projeto de qualquer forma, sem coerência e de forma imprudente. Se uma torre ou edifício não for bem construído, corre o risco de desmoronar com o tempo.  Benjamin Franklin disse: Quem é falho em planejar, está planejando em falhar”. Para que nossos planos venham a ser assertivos, é necessário, primeiramente, que sejam bem arquitetados.

Salomão falou com propriedade: "Os planos bem elaborados levam à fartura; mas o apressado sempre acaba na miséria" (Provérbios 21:5). Nossos planos precisam ser bem elaborados.  Para isso, dentro do planejamento, podemos detalhar alguns pontos:

1.1 Separe um tempo

Se quisermos planejar algo com excelência, precisamos investir tempo. É necessário “se assentar primeiro”. Isto é um desafio, ainda mais em meio ao ativismo e a ansiedade da vida, que nos impedem de pararmos um pouco. Separe um tempo e vá a algum lugar onde você ficará à vontade, sem ruídos e interferências, para a reflexão pessoal de seus planos. Elaboramos melhor quando nos aquietamos  no contexto físico e emocional.

1.2  Reflexão

Outro quesito relevante no campo do planejamento é: “calcule suas despesas e verifique se tem os meios para a concluir”. Traduzindo: faça uma reflexão de suas perdas e conquistas, focando experiências passadas, para ver se terá as condições necessárias para concluir os desafios futuros. Pergunte a si mesmo: Quais foram as lições que aprendi em cada situação? Quais oportunidades que perdi? Quais serão minhas metas para este novo ano e o que preciso fazer para alcançá-las? Meus planos estão de acordo com a vontade de Deus? Quando refletimos sobre algo, podemos ficar mais seguros e conscientes sobre as implicações positivas de negativas do nosso projeto.

1.3  Registre

Anote seus sonhos e alvos em uma agenda ou caderno. Dessa forma, não haverá o esquecimento de seus objetivos e seus escritos também lhe ajudarão a observar se suas metas estão se cumprindo. Quantas vezes já nos propusemos a fazer algo no início do ano, e ao final deste, nem nos lembramos mais? Para isto não acontecer, escreva!

2. Execução

Por fim, através de um bom planejamento, onde foi investido tempo e houve reflexão, você provavelmente estará mais seguro para a execução de seu projeto de vida para o ano de 2018. E agora, então, mãos à obra!

Portanto, se quiser progredir em algo, comece pela elaboração de um bom planejamento de metas e sonhos para sua vida. Inicialmente, fuja de situações utópicas e fora de sua realidade. Seja realista, mas otimista. Se obtiver êxito na execução de seu planejamento, comemore. Se não, não se frustre. Aprenda com cada acerto e principalmente com seus erros, para que não caia neles novamente. Apresente seus planos e sonhos diante de Deus e peça a direção e a vontade dele. Lembre-se: em Deus nossos planos podem ser mudados, mas jamais frustrados. Que Deus abençoe seus projetos de vida. Feliz 2018!

Ademir Almeida

Missionário e Psicólogo