Notícias Areado

Opiniões


O estupro silencioso e a importância de tomarmos conhecimento desse mal

Publicado em 24/07/2017 por Vivian Leite


Quando se pensa em estupro a imagem mais comum é um homem que pega a força uma moça na rua e abusa dela de todas as maneiras depois deixa-a jogada viva ou morta. Mas existem outras formas de estupro e é muito importante que tenhamos ciência disso, para que então possamos combater. O estupro silencioso é mais comum do que se imagina. Muitas vezes alguns caras “de bem” que você está saindo, que é seu namorado, que é um amigo colorido, force o ato sexual. Você diz não e ele insiste, tenta te convencer de todas as maneiras e então você acaba cedendo, e só espera que aquilo acabe logo. No fim o cara ainda te passa a impressão de que aquilo é natural. Não. Não é natural. O que é natural é alguém te propor fazer sexo e você dizer sim eu quero ou não, eu não quero. Nós mulheres precisamos conhecer que somos indivíduos capazes de fazer nossas escolhas, e estas devem ser respeitadas. A partir do momento que nossas escolhas não são respeitadas é um estupro. Todos devem ter conhecimento disso, principalmente os que são pais. A família tem papel fundamental de educar seus filhos para conhecer seus direitos e saber respeitar o direito dos outros. Tanto meninas quanto meninos devem ser criados para saber dizer SIM ou NÃO efetivamente, e saber que ninguém pode corromper sua decisão.